digitação utilizada para inclusão no site:
12/12/2003

DADOS GENEALÓGICOS DE ALGUNS COLONOS GERMÂNICOS E OU SEUS DESCENDENTES QUE SAÍRAM DE PETRÓPOLIS - RJ

Paulo Roberto Martins de Oliveira

Embora o processo migratório de alguns colonos germânicos e ou seus descendentes houvesse desde o início da Imperial Colônia, isto intensificou-se a partir de 29/09/1857, quando da emancipação de Petrópolis.

As verbas que vinham do governo da Capital da Província, destinadas para a Imperial Colônia, começaram a escassear, até praticamente serem abolidas a partir da instalação da Câmara Municipal, ocorrida em 1859.

Para breve informação, vale ressaltar que a Imperial Colônia Germânica de Petrópolis durou apenas 14 anos e alguns meses; inaugurou-se em 29/06/1845 e foi extinta em 06/01/1860. Com o término da Colônia, surgiram inúmeros problemas. O principal foi a construção civil, pois com a diminuição das obras públicas, construções das casas que serviam a corte e outras obras particulares. Houve a falta de trabalho e meios para a subsistência. Assim muitos colonos e ou seus descendentes resolveram sair de Petrópolis.

Não existe nenhum documento em qualquer arquivo que especifique as datas de saída e nem para onde foram alguns dos colonos da Imperial Colônia, devido ao fato de que cada um saiu como bem entendesse à procura de trabalho em outro lugar. Os que saíram, abandonaram tudo e em alguns casos até as dívidas. Tanto com a Superintendência da Imperial Fazenda, como outras dívidas auferidas pelos impostos instituídos pela Câmara Municipal.

A maioria dos que saíram de Petrópolis não deu a conhecer o seu destino. Geralmente onde chegavam, não informavam com detalhes de onde tinham saído. Diziam apenas que estavam vindos de outras localidades e até mesmo chegando da Alemanha, pois, misturavam-se a outros grupos de colonos imigrantes, que estavam indo para novas colônias principalmente as do Sul do país.

Com alguns parentes mais próximos ou amigos que ficaram em Petrópolis, os colonos migrantes, mantinham correspondências e justamente por algumas cartas consegui saber o destino de algumas famílias. Houve outras condições mais recentes que também promoveram meios para localizarmos outras famílias. Foi através de alguns genealogistas e descendentes de vários colonos, que, em contatos telefônicos e correspondências com o autor desta matéria, criamos meios de mantermos um bom relacionamento de estudos genealógicos e com isto descobrimos o destino da maioria dos colonos que deixaram Petrópolis, assim também, a origem de muitos que vieram para a nossa cidade.

A seguir apresentarei um breve histórico-genealógico de cada uma das pessoas e ou famílias que consegui apurar, através de vários documentos nos arquivos de Petrópolis, através de informações preciosas que consegui de alguns descendentes de varias famílias de colonos, e pesquisadores genealógicos, principalmente de varias cidades (antigas colônias germânicas) do Estado do Rio Grande do Sul.

BECKER

No ano de 1845, chegaram dois colonos da família Becker em Petrópolis: Balthasar Becker (com a esposa e 5 filhos) e Johann Becker (com a esposa e 5 filhos). Sendo que não consegui apurar o grau de parentesco destes dois colonos.
Um dos filhos do colono Johann, ausentou-se de Petrópolis. Foi o Anton Becker, * Alemanha em 1822 e +...?, x Petrópolis em 26/09/1852 com Elise ou Elisabeth Jaeger, * Manheim - Rhein ou Mainz - Alemanha em 1837 ou 1838 e +...?, filha de Heinrich Ludwig Jaeger e Elisabeth Ebich.
Pais de:
II-1. Johanne Caroline Catharine Becker, * Petrópolis em 13/07 e bat. (I. C. -L. 2 - p. 27 v.) em 27/11/1853 e +...?.
II-2. Carlos Becker, * Petrópolis em 26/02 e bat. (I. C. - L. 3 - p. 27) em 04/04/1855 e +...?.

BERLANDI

Johann Berlandi, * Alemanha em 1804 e + Petrópolis (L. 1 - p. 83 v.) em 20/09/1864 (filho de Andreas ou Anton Berlandi e Charlotte Adler), x Petrópolis em 04/07/1848 com Marie Anne Hennemann, * Alemanha em ...? e +...?, filha de Johann Hennemann e Elisabeth Wiess (ou Weiss).
Pais de:
I-1. Marie Elisabeth Berlandi, * Petrópolis e bat. (L. 1 - p. 34 v.) em 1849 e +...?.
I-2. Johann August Berlandi, * Petrópolis e bat. (L. 1 - p. 71) em 1851 e +...?.
I-3. Elisabeth Berlandi, * Petrópolis e bat. (L. 2 - p. 13 v.) em 16/01/1853 e +...?.
I-4. Christine Berlandi, * Petrópolis em 05/04 e bat. (L. 3 - p. 27) em 20/04/1855 e +...?.
I-5. Heinrich Berlandi, * Petrópolis em 24/07 e bat. (L. 3 - p. 73) em 06/09/1857 e +...?.
I-6. Carl Berlandi, * Petrópolis em 04/09 e bat. (L. 4 - p. 12) em 16/10/1859 e + 04/06/1920, x 08/09/1883 com Anna Maria Gerhardt, * Nova Friburgo - RJ em 01/10/1865 e +...?, filha de Peter Gerhardt e de Margareth Franz. Com descendentes em Petrópolis.
I-7. José Berlandi, * 1860 e +...?, x Petrópolis em 05/12/1901 com Catharina Elisa Auler (viúva de Hermano Jung), * Petrópolis em 1860 e +...?, filha de Peter Heinrich Auler e de Elisabeth von Kopp.
Pais de:
II-1. Wenceslau Berlandi, * Petrópolis em 03/02/1894 e +...?.
II-2. Alberto José Berlandi, * Petrópolis em 27/04/1897 e +...?
I-8. Johanne Berlandi, * Petrópolis em 28/09 e bat. (L. 4 - p. 44 v.) em 03/11/1861 e +...?.

BEUREN

O colono Johann Adams Beuren (* Alemanha por volta de 1816 e + Petrópolis em 14/05/1853) com a esposa Elisabeth Moritz (* em Burgen - Região de Mosela - Alemanha em 18/08/1819 e + em São José dos Conventos/Lajeado - RS. em 08/04/1907. Conforme consta no livro de registro de óbitos C-3, fls. 165 v. do Cartório do Registro Civil de Lajeado - RS.) e o filho Joseph, (* Alemanha em 03/10/1843 e + Conventos (solteiro) em 20/02/1876) chegaram na Imperial Colônia de Petrópolis em outubro de 1845 ou janeiro de 1846.
Nasceram em Petrópolis mais 3 filhos: os gêmeos Augusto/Carlota em 03/03/1848 e Martin Beuren em 11/05/1852.
Augusto Beuren, casou-se em Conventos RS com Maria Schlüsslel e foram pais de 15 filhos.
Carlota Beuren, casou-se em Conventos RS com Pedro Meinert e foram pais de duas filhas.
Martin Beuren, casou-se em Conventos RS com Sofia Saueressig e foram pais de 18 filhos.
Das terras que receberam em Petrópolis, constam nos livros de títulos de aforamento da Cia. Imobiliária 2 prazos, sendo um o de n.º 2003, registro n.º 812 que situa-se no Quarteirão Siméria e o de n.º 240, registro n.º 720 na Vila Imperial.
O prazo de terra n.º 240, Elisabeth (viúva), vende-o em 01/03/1854 e o prazo n.º 2003, vende-o em 21/10/1861. Sendo esta a última data que marca a presença dos Beuren em Petrópolis.

BOELLING

Carl Boelling, * Kirchelden - Alemanha por volta de 1812 e +...?, x Kirchelden - Alemanha por volta de 1840 com Elisabeth Hoefer (ou Huter), * Alemanha em 1822 e + Petrópolis em 03/12/1855.
Pais de:
I-1. Josephine Boelling, * Kirchelden - Alemanha em 1841 e +...?, x Petrópolis em 27/10/1857 com Ulysses Dauphin, * na Província de Champagne - França por volta de 1831 e +...?, filho de Basile Dauphin e de Marie Sophie Vigne.
Pais de:
II-1. Maria Amélia Dauphin, * 12/12/1860, bat. (L. 4 - p. 70 v.) em 02/06/1863 e +...?.
II-2. Eugenio Dauphin, * 12/03/1862, bat. (L. 4 - p. 70 v.) em 02/06/1863 e +...?.
I-2. Aureliano Boelling, * Petrópolis em 1846 e + Petrópolis em 14/12/1855.
I-3. Anna Margareth Boelling, * Petrópolis em 1849 e + Petrópolis em 17/12/1855.
I-4. Johannes Boelling, * Petrópolis em 06/11/1851 e + Petrópolis em 02/12/1855.

BRAUN

Jacob Braun, * Bickenbach - Alemanha em 1808 e + Petrópolis em 07/08/1887, x Alemanha por volta de 1834 com Anne Marie Lamberth, * Alemanha em 1810 e + Petrópolis em 12/10/1884.
Pais de:
I-1. Peter Braun, * Bickenbach - Bispado de Treves - Alemanha em 1835 e + Petrópolis em 14/02/1924, x Petrópolis em 07/06/1863 com Elisabeth Kneipp, * Petrópolis em 1846 e + Petrópolis em 13/08/1910, filha de Anton Kneipp e de Catharina Voigt. Com descendentes em Petrópolis.
I-2. Gustav Braun, *...? e +...?. Consta num dos documentos do Arquivo do Museu Imperial de Petrópolis, a sua saída desta cidade em dezembro de 1854.

DORR

Vieram dois colonos Dorr para Petrópolis: Carl e Philipp Dorr, porém, não se tem conhecimento do grau de parentesco entre eles. Carl permaneceu em Petrópolis e com descendentes. Philipp faleceu em Petrópolis, porém, da esposa e filhos não se tem mais notícias.
Philipp Dorr, * Alemanha em 1813 e + Petrópolis em 03/01/1881 (filho de Lorenz Dorr e de Elisabeth...?), x com Elisabeth Lickert, * Alemanha por volta de 1823 e +...?.
Pais de:
I-1. Catharine Dorr, * Petrópolis em 12/11/1849 e +...?.
I-2. Catharine Marie Elisabeth Dorr, * Petrópolis em 10/03/1851 e +...?.
I-3. Valentin Dorr, * Petrópolis em 11/07/1857 e +...?.
I-4. Francisco Dorr, * Petrópolis em 23/07/1862 e +...?.

FISCHER

O colono Johann Friedrich Fischer chegou à Petrópolis em julho de 1845 com a esposa Catharine Zimmermann e dois filhos (destes não constam os nomes).
OBS.: através alguns manuscritos do saudoso genealogista Carlos G. Rheingantz, consta os Fischer vindos de Partenheim - Bispado de Mogúncia - Hesse - Darmstadt - Alemanha. Porém, pelo livro da Sra. Maria Eunice da cidade de Monte Negro - RS, consta que os Fischer chegaram ao Brasil em 1854. Sendo: um ficou no Rio de Janeiro, outro foi para Santa Catarina e dois foram para o Rio Grande do Sul.
Um dos que foram para o Rio Grande do Sul, foi o Pedro Fischer, declarou ser filho de Clemente Fischer e de Catharine Berschbach, ter 40 anos de idade e ser natural da Prússia.
No livro acima citado, consta também o Johann Fischer, natural da Alemanha, filho de Pedro Fischer e de Margareth Marnig.
Pouco se sabe dos Fischer em Petrópolis, seguem abaixo alguns dados:
Catharine Margareth Fischer, * e bat. Em Petrópolis (I. Ev. L. 1 - p. 1) em 16/04/1847 e +...?, filha de Friedrich Fischer e de Catharine Zimmermann.
Andreas Heinrich Fischer, * Alemanha em 1822 e + Petrópolis (I. Ev. L. 1 - p. 24) em 03/05/1866.

GEORG

Johann Andreas Georg, * Alemanha por volta de 1807 e + Petrópolis (I. C. L. 2 - p. 71) em 01/02/1876, x Alemanha - Woerstadt com Barbara Kiehls (ou Kils), *...? e +...?, foram pais de 5 filhos, porém, apenas um saiu de Petrópolis, o Heinrich Georg, * Alemanha entre 1834 e 1842 e sem mais notícias.

HAPPE

Franz Happe, (filho de Joseph Happe e de Catharine Schmidt) * Alemanha por volta de 1817 e +...?, x Petrópolis em 15/02/1847 com Catharine Blaeser, * Alemanha por volta de 1827 e +...?, filha de Heinrich Blaeser e de Catharine Ritzheimer.
Pais de:
I-1. Christoph Happe, * Petrópolis em 25/10/1849 e +...?.
I-2. Peter Joseph Happe, * Petrópolis em 08/02/1851 e +...?.
I-3. Catharine Elisabeth Happe, * Petrópolis em 11/12/1853 e +...?.
I-4. Franz Happe, * Petrópolis em 05/06/1856 e +...?.
I-5. Peter Happe, * Petrópolis em 24/08/1859 e +...?.
I-6. Anne Marie Happe, * Petrópolis em 10/07/1863 e +...?.

HAUBRICH

Foram dois colonos Haubrich que com este apelido chegaram em 1845: Jacob e Georg. Sendo que Jacob Haubrich e seus descendentes permaneceram na Imperial Colônia. Porém, Georg Haubrich e parte de sua família ausentaram-se de Petrópolis. Seguem abaixo algumas informações sobre o mesmo:
OBS.: não se sabe o laço de parentesco dos dois colonos acima citados.
Georg Haubrich, * Alemanha - Bispado de Treves em ...? e +...?, x Alemanha - Bispado de Treves em 1843 com Marie Meinartz, *...? e +...?, filha do colono Peter Meinartz (+ Petrópolis - viúvo em 08/12/1859) e de ...?.
Pais de 3 filhos:
I-1. Marie Anne (ou Marianne) Haubrich, * Hohserich - Bispado de Treves - Alemanha em 1843 e +...?, x 17/01/1864 (ou 1869) com Joseph Kochems, * Lahr - Bispado de Treves - Alemanha em 1840 e +...?, filho do colono Christoph Kochems e de Marie Gertrus (ou Gertrudes) Kuntz.
I-2. Um filho ou filha citado em 1859, por época do recenseamento da Imperial Colônia de Petrópolis.
I-3. Johann Peter Haubrich, * Petrópolis em 02/04/1853 e +...?.

HENNEMANN

Conforme alguns dados pesquisados desta família e até publicados pelo genealogista Carlos G. Rheingantz. Consta no seu trabalho o seguinte: " O colono Friedrich Hennemann, recebeu em Petrópolis no Quarteirão Mosela o prazo de terra n.º 844, registro n.º 775, o qual ficou indiviso até 04/08/1915. Época em que foi desmembrado pelos seus herdeiros e nesta ocasião foram representados por sua filha Marie Elisabeth Hennemann Henrichs e seus netos (filhos desta)."
OBS.: pelos dados dos relatórios da Superintendência da Imperial Colônia, consta que o colono Friedrich Hennemann, chegou à Petrópolis acompanhado de mais duas pessoas da família. Imagino que uma seria a Marie Hennemann (casada com o colono Johann Berlandi).
Friedrich Hennemann, * Alemanha por volta de 1805 e + Santo Aleixo - RJ (Baixada Fluminense) entre 1855 e 1859, x por volta de 1847 com Barbara Paeter, * Alemanha em 1810 e + Petrópolis em 15/09/1887 (casada a 2ª vez em Petrópolis em 21/01/1866 com o colono Johann Peter Henrichs).
Pais de:
I-1. Johann Philipp Hennemann, * Petrópolis em 20/04/1848 e +...?.
I-2. Johann Joseph Hennemann, * Petrópolis em 26/07/1850 e +...?.
I-3. Susanne Marie Elisabeth Hennemann, * Petrópolis em 03/03/1853 e + Petrópolis em 1930, x 13/02/1870 com Johann Peter Henrichs (o 2º), * Lahr - Distrito (ou Bispado) de Koblenz - Alemanha em 1842 e + Petrópolis em 30/03/1890, filho de (padrasto de Susanne) Johann Peter Henrichs e de (sua 1ª mulher) Elisabeth Pies.
Casal com filhos. Através a família Henrichs (em pesquisa).
I-4. Jacob Hennemann, * Petrópolis em 30/11/1855 e +...?.
OBS.: dos filhos do colono Friedrich Hennemann I-1., I-2. E I-4. Não se tem mais notícias em Petrópolis.

HILL

O colono Philipp Hill chegou à Petrópolis com a esposa Anne Marie Feuer e 3 filhos e recebeu o prazo de terras n.º 1823, registro n.º 811 no Quarteirão Renânia Central. Através do Arquivo dos Títulos de Aforamentos da Cia. Imobiliária, consta que em 23/09/1853 doa parte do seu prazo de terras para os 3 filhos: Johann Hill, Philipp Hill (o 2º), Margarida Hill e seu marido Peter Goettnauer.
Philipp Hill (o colono), * Alemanha em 1791, + Petrópolis 04/09/1861 (viúvo), x...? com Anne Marie Feuer, *...? e +...?.
Pais de:
I-1. Philipp Hill (o 2º), * Alemanha em...? e +...?.
I-2. Margareth Hill, * Alemanha por volta de 1828 e +...?, x Petrópolis em 17/08/1848 com Peter Goettnauer, * Alemanha em 1821 e + Petrópolis em 15/03/1866, filho do colono Mathias Goettnauer e Catharine Mosbach.
I-3. Johann Hill, * Alemanha em 1833 e + Petrópolis em 22/03/1859 (solteiro).
OBS.: do filho do colono o Philipp Hill (o 2º), não se tem mais notícias em Petrópolis após 1853.

HOFFMANN

Johann Adam Hoffmann, * Prússia Renana (Rheinpreussen) - Alemanha em 1805 e + Petrópolis em 28/12/1869, x Alemanha por volta de 1829 com Anne Eva (ou Catharine Eva) Kuhn, * Alemanha em 1805 e + Petrópolis em 20/01/1879. Foram pais de 6 filhos a saber: Jacob, Catharine, Anne Marie, Catharine Elisabeth, Eva e Peter Paul (ou Paul Peter) Hoffmann.
De todos os filhos do colono acima mencionados, apenas um ou seja - o filho mais velho Jacob Hoffmann, * Alemanha por volta de 1830 e +...?, x...? com Anne Marie Welzer, *...? e +...?, foram para Santa Cruz do Sul - RS, segundo pesquisas do genealogista Carlos G. Rheingantz.

JAEGER

Sobre o colono Heinrich Ludwig Jaeger, temos algumas observações seguidas de dados genealógicos.
Através o livro n.º 1 de batismos da Igreja Luterana de Petrópolis, temos em 1849 no registro de sua filha Catharine, constando que a origem do colono era da Região do Hunsrück - Bispado de Mainz - Aldeia de Woerstadt (localizada entre os rios Nahe e Rhein). Porém, das informações que obtive de Lajeado - RS, do seu trineto Sérgio Mello Jaeger, consta que o colono tenha nascido em Manhein / Rhein - Grão Ducado de Hesse - Alemanha em 08/05/1808 e + Porto Alegre - RS em 25/09/1879, x Alemanha em ...? com Elisabeth Ebich, * Alemanha em 1814 e +...?.
Pais de:
I-1. Elisabeth (ou Elisa), * Manheim - Hein (ou Mainz) - Alemanha em 1837 (ou 1838) e +...?, x Petrópolis em 26/09/1852 com Anton Becker, * Alemanha em 1822 e +...?, filho do colono Johann Becker e de Christine Schwey (ou Schwartz).
Pais de 2 filhos nascidos em Petrópolis - RJ. Ver a família BECKER.
I-2. Carl Jaeger, * Manheim - Hein (ou Mainz) - Alemanha em 1839 e +...?.
I-3. Ludwig Jaeger, * Manheim - Hein (ou Mainz) - Alemanha em 1840 e + Porto Alegre - RS em 01/08/1919 com 79 anos de idade, x...? com Catharine Scherer, * Colônia de São José dos Conventos - (Lajeado - RS) em 24/10/1840 e + Porto Alegre - RS sem 19/12/1896 com 56 anos de idade.
I-4. Catharine ...?... Jaeger, * Manheim - Hein (ou Mainz) - Alemanha em 1841 e +...?, x Petrópolis - RJ em 13/06/1859 (com 17 anos de idade) com Carl Rosenberg, * Düren - Alemanha em 1837 e +...?, filho do colono Adam Rosenberg e Eva Leister.
I-5. Philippine Jaeger, * Manheim - Hein (ou Mainz) - Alemanha em 1842 e +...?.
I-6. Heinrich Friedrich Jaeger, * Manheim - Hein (ou Mainz) - Alemanha em 1843 e +...?.
I-7. Wilhelm Jaeger, * Manheim - Hein (ou Mainz) - Alemanha em 1844 e +...?.
I-8. Philippine ...?... Jaeger, *...? em 1846 e +...?.
I-9. Catharine Jaeger, * Petrópolis - RJ em 11/03 e bat. (Igr. Lut. de Petrópolis) em 10/06/1849 e + Rio Grande do Sul - RS em 29/09/1939, x Rio Grande do Sul - RS em...? com Henrique Scherer.

KOETZER

Michael Koetzer (ou Ketzer), * Alemanha em 1809, + Petrópolis em 02/06/1874, x Alemanha por volta de 1841 com Catharine Goettnauer, * Alemanha em 1817 e + Petrópolis em 21/07/1882, filha de Mathias Goettnauer e de Catharine Mosbach. Foram pais de 4 filhos a saber: Christine, Agnes, Margareth e Miguel Koetzer. Sendo os dois últimos sem mais notícias em Petrópolis - RJ.

KLEIN

Desta família chegaram 4 colonos na Imperial Colônia: Peter, Christoph, Anton e Johann Nicolaus Klein. Os dois primeiros permaneceram na Colônia e com descendentes. Quanto a Anton e Johann Nicolaus Klein, não se tem mais notícias deles em Petrópolis após o ano de 1847.

KORNDÖRFFER

Embora haja uma pesquisa, inclusive publicada pelo genealogista Carlos G. Rheingantz, ainda existem muitas dúvidas sobre a família Korndörffer para serem esclarecidas. Seguem abaixo a descrição feita pelo Rheingantz e mais o que consegui apurar.
O colono Johann Korndörffer, * Alemanha em...? e +...?, (filho de Adams Korndörffer e Catharine Schneider), x a 1ª vez em...? com Catharine Scheid, *...? e +...?. Casou-se a 2ª vez em Petrópolis em 16/05/1853 (este assentamento religioso, encontra-se registrado no livro n.º 2 de batismo à pág. 45, no arquivo da Catedral São Pedro de Alcântara em Petrópolis) com Elisabeth Mallmann, *...? e +...?, filha do colono Johann Peter Mallmann e Christine Nisch.
Pais de:
I-1. Um filho ou filha citado em 27/12/1859. Quanto à palavra "citado", isto relaciona-se com o recenseamento que aconteceu no ano de 1859, com todas as famílias dos colonos germânicos que vieram para a Imperial Colônia de Petrópolis. Nas minhas pesquisas, não consegui encontrar absolutamente nada a respeito. Porém, imagino que este filho ou filha citado em 1859 e talvez até outros do 1º casamento, tenham permanecido por pouco tempo em Petrópolis.
Filhos do 2º casamento:
I-2. Marie Korndörffer, * Petrópolis em 24/10 e bat. (I. Ev. L. 1 - p. 36) em 10/12/1854 e + (I. Ev. L. 1 - p. 7) em 08/01/1855.
I-3. Anne Marie Korndörffer, * Petrópolis em 29/12/1855 e bat. (I. Ev. L. 1 - P. 43) em 11/05/1856.
I-4. Elisabeth Konsdörffer, * Petrópolis em 20/07 e bat. (I. Ev. L. 1 - p. 54) em 03/10/1858.
I-5. (Levantamento do Rheingantz como I-4) Amélia Korndörffer, * Simão Pereira - MG em 1860 e + 26/02/1932 (sendo que a mãe de Amélia em 1891, aparece como Catharine ao invés de Elisabeth), x 03/02/1891 com Francisco Renzler, *...? e +...?, filho de Johann Peter Renzler e de Charlotte Catharine Rippel. Para tomar conhecimento dos descendentes deste casal, ver a família RENZLER.
I-6. Antônio Korndörffer, * Petrópolis em 05/04/1861 e bat. na Igreja Matriz São Pedro de Alcântara, L. 4 - p. 37 em 22/05/1861 e +...?.

KUHN

Conforme dados genealógicos pesquisados por Carlos G. Rheingantz e pelo autor desta matéria em Petrópolis - RJ e pelo Reverendo Armindo Müller em Santa Cruz do Sul - RS, temos a seguir:
O colono Friedrich Kuhn chegou a Petrópolis em 29/06/1845 com a esposa e 3 filhos.
Friedrich Kuhn, * Alemanha em...? e +...?, x Alemanha em...? com Magdalene Adelheid Merger, *...? e +...?.
Pais de:
I-1. Carl Richard Kuhn, * Alemanha em 1833 e +...?, x Petrópolis em...? com Frederoke Christine Wilhelmine Werlick, * Löflan - Alemanha em...? e +...?, filha de Johann Gottlob Werlick e Sophie Bárbara Möller (ou Müller).
I-2. Johann Friedrich Kuhn, *...? e +...?, x em...? com Marie Elisabeth Schumacher, *...? e +...?.
Pais de:
II-1. Christine Elisabeth Kuhn, * Bingen - Alemanha em...? e +...?, x Petrópolis Ev. L. 1 - p. 11) em 03/12/1854 com Friedrich Nagel, * Hildesheim - Alemanha em 25/04/1825 e + Rio Pardinho - RS em 02/04/1918, filho de Christoph Johann Nagel e de Elisabeth Reissinger. Este casal teve grande descendência e todos os filhos nasceram a partir de 1856 no Rio Grande do Sul.
II-2. Susanne Catharine Kuhn, * Alemanha em 02/05/1841 e +...?.
II-3. Johann Magnus Miguel Kuhn, * Petrópolis em 1846, bat. em 27/11/1850 e +...?.
I-3. Georg Heinrich Kuhn, * Alemanha em...? e + Petrópolis em 14/04/1898, x Petrópolis (Ev. L. 1 - p. 17) em 31/01/1858 com Elisabeth Biehl, *...? e +...?, filha do colono Mathias Biehl e de Margareth Dohm. Foram pais de 11 filhos e provavelmente todos permaneceram em Petrópolis.

KUNZ

Georg Heinrich Kunz, * Enkirch - Koblenz - Alemanha em 1833 e +...?, x Petrópolis em 22/02/1854 com Marie Elisabeth Deitzan, * Hardtstardt - Alemanha em 1832 e +...?, filha de Johann Deitzen e Margareth Röhm.
Pais de:
I-1. Georg Friedrich Kuns, *...?.
I-2. Juliane Kunz, *...?.
OBS.: desta família não se tem mais notícias em Petrópolis.

MARX

O colono Heinrich Marx chegou à Petrópolis em outubro de 1845 ou janeiro de 1846, acompanhado da esposa Catharine Büres e de 4 filhos: Peter, Magdalene, Marie e Dorothea Marx. Quanto aos 3 primeiros filhos, ainda não sabemos até quando permaneceram em Petrópolis. Porém, através das pesquisas do Reverendo Armindo Müller, tomei conhecimento que Dorothea Marx e seu marido Andreas Schweickardt, estabeleceram-se em Picada Velha no Rio Grande do Sul. Para melhores esclarecimentos, ver a família SCHWEICKARDT.

MAIWORM

Anton Maiworm (4º filho do colono Peter Maiworm e Marie Catharine Bittmann), * Bielstein - Alemanha em 1825 e +...?, x Petrópolis em 24/05/1853 com Sophie Sattler, * Alemanha em 1836 e +...?, filha de Joseph Sattler e de Catharine ...?... (Sattler).
Pais de:
II-1. Justino Maiworm, * Petrópolis em 02/03/1856 e +...?.
II-2. Sofia Maiworm, * Petrópolis em 17/04/1857 e +...?.
II-3. Carlos José Henrique Maiworm, * Petrópolis em 01/06/1860 e +...?.
Pelos levantamentos genealógicos feitos por Carlos G. Rheingantz, consta que este ramo da família Maiworm saiu de Petrópolis por volta de 1860 e cujo destino ignora-se.

MORSCH

O colono Johann Morsch chegou na Imperial Colônia em 1845, acompanhado da esposa e de 3 filhos. Sendo que aqui nasceram mais 8 filhos conforme dados do colono e de sua família levantados por Carlos G. Rheingantz, abaixo relacionados:
Johann Morsch, * (Löffelscheid ?) - Alemanha por volta de 1817 e +...?, (filho de Mathias Morsch e de Margareth Alt), x Alemanha em 1838 com Catharine Jackel (ou Sackel ou Hackel) e de Anne...?... Foram pais de 11 filhos. Porém, saíram de Petrópolis e foram para o Rio Grande do Sul apenas 2 filhos e os descendentes de um outro filho, cujos dados genealógicos seguem abaixo relacionados:
I-5. Friedrich Morsch, * Petrópolis em 24/06/1849 e + 12/04/1875, x 07/05/1871 com Anne Margareth Richter, *...? e +...?.
Pais de:
II-1. Georg Morsch, * Petrópolis em 08/04/1872, bat. (Ev. L. 1 - p. 108) em 12/06/1872 e sem mais notícias.
II-2. Adão Morsch, * Petrópolis em 20/12/1873, bat. (Ev. L. 1 - p. 117) em 16/01/1874 e sem mais notícias.
I-7. Mathias Morsch, * 02/05/1853 e +...?, x Petrópolis em 20/05/1882 com Margareth Elisabeth Rosalie Dahle, * Ober - Erlanbach - Alemanha em 1860 e +...?, filha de Gotfried Dahle e Julianne Wild.
Pais de:
II-1. Francisca Elisa Morsch, * 23/02 e + 02/06/1883.
II-2. Margarida Rosalina Morsch, * 25/01/1885 e sem mais notícias.
II-3. José Augusto Morsch, * 22/02/1888 e sem mais notícias.
II-4. Maria Olga, * 21/09/1893 e sem mais notícias.
I-8. Peter Morsch, * 13/10/1855 e sem mais notícias.

REISS

Johann Reiss, * Briedel - Alemanha por volta de 1800 e + Petrópolis em 11/02/1856, x Alemanha por volta de 1827 com Bárbara Both, * Alemanha por volta de 1807 e +...?.
Pais de:
I-1. Thimotheus Reiss, * Briedel - Alemanha por volta de 1828 e sem mais notícias.
I-2. Mathias Joseph Reiss, * Briedel - Alemanha em...? e +...?, x...? com Margareth Steinborn, *...? e +...?, filha de Jacob Steinborn (colono germânico em Petrópolis).
Pais de:
II-1. Catharine Reiss, * Petrópolis em 18/05/1855 e sem mais notícias.
II-2. Peter Reiss, * Santa Catarina - SC em 05/03/1857 e sem mais notícias.
II-3. Joseph Reiss, *...? e +...?, x...? com Sophie Mundstock, filha de August Mundstock e de Mathilde Melchior.
I-3. Anne Marie Reiss, * Alemanha por volta de 1832 e +...?, x Petrópolis em 11/08/1852 com Joseph Kroelling, * Alemanha por volta de 1822 e +...?, filho de Carl Kroelling e Anne Marie Klachin.
Pais de:
II-1. Mathias Joseph Kroelling, * Petrópolis em 24/12/1853 e sem mais notícias.
II-2. Melchior Kroelling, * Petrópolis em 03/01/1856 e sem mais notícias.
II-3. Magdalene Kroelling, * Petrópolis em27/01/1858 e sem mais notícias.
II-4. Antônio Kroelling, * Petrópolis em 1860 e sem mais notícias.

REITH

Heinrich Reith, * Alemanha por volta de 1800 e +...?, x Alemanha por volta de 1837 com Christine Anspache, * Alemanha em 1810 e + Petrópolis em 27/07/1872.
Pais de:
I-1. Helene Reith, * Kobersther - Hesse - Darmstadt em 1838 e +...?, x Petrópolis em 12/09/1858 com Carl Philipp Alfeld, * Ober Ingelheim - Alemanha em 1833 e +...?.
Pais de 4 filhos. Este ramo dos Reith e parte da família Alfeld foram para o Rio Grande do Sul por volta de 1866.
I-2. Johann Reith constituiu família e ficou em Petrópolis.
I-3. Philipp Reith, * Petrópolis em 27/05, bat. (Ev. L. 1 - p. 10) em 16/06/1850 e sem mais notícias.
I-4. Marie Reith, * Petrópolis em 23/12/1853, bat. (Ev. L. 1 - p. 31) em 08/01/1854 e sem mais notícias.

ROCKENBACH

O colono Georg Rockenbach em 1847, por época da distribuição da gratificação Imperial, constava a sua família formada por 5 pessoas não identificadas.
Após a data acima mencionada, não se tem mais notícias do colono. Porém, encontrei alguns assentamentos eclesiásticos que embora não se relacionem com o colono Georg, são de apelido Rockenbach, conforme abaixo relacionados em dados avulsos:
Joseph Rockenbach, * Bieberach - Alemanha em 20/08/1828 e +...? (filho de Michael Rockenbach e Catharine ...?...), x Petrópolis em 1850 com Catharine Vetter, * Lynlborg em 04/05/1828 e +...?, filha de Jacob Vetter e de Catharine ...?...
Catharina Rockenbach, x com Nicolaus Klaudi, * Alemanha em 1797 e + Petrópolis (L.1 - p. 11) em 06/10/1855.
Peter Rockenbach, * Kirzberg - Koblenz - Alemanha em 1841 e +...? (filho de Johann Georg Rockenbach e de Margareth Knebel), x Petrópolis em 03/02/1867 com Anne Marie Hammes, * Petrópolis em 13/04/1849 e +...?, filha de Johann Peter Hammes e Anne Marie Weber.

ROSENBERG

Adam Rosenberg, * Düren - Alemanha em 1810 e +...?, x Düren - Alemanha em 1836 com Eva Leister, * Düren - Alemanha em 1816 e +...?.
Pais de:
I-1. Carl Rosenberg, * Düren - Alemanha em 1837 e +...?, x Petrópolis em 13/06/1859 com Catharine Jaeger, * Kersfol por volta de 1841 e +...?, filha de Heinrich Ludwig Jaeger e de Catharine Ebich.
I-2. Um filho ou filha citado em 27/12/1859, quando do recenseamento da Imperial Colônia.
I-3. Luise Rosenberg, * Düren - Alemanha em 22/06/1841 e +...?, x Petrópolis (Ev. L. 1 - p. 17) em 26/12/1857 com Johann Jacob Tesch, * Kappel - Distrito de Simmern - Alemanha em 11/08/1836 e +...?, filho de Heinrich Peter Tesch e de Anne Marie Rhein (ou Reilm). Casal com filho, ver a família TESCH.
I-4. Um filho ou filha citado em 27/12/1859, quando do recenseamento da Imperial Colônia.
I-5. Johann Lothar Wilhelm Rosenberg, * Petrópolis em 22/10/1848, bat. (Ev. L.1 - p. 6) em 25/12/1849 e +...?.
Vale ressaltar que de Adam Rosenberg e de sua família, não se tem mais notícias em Petrópolis após o ano de 1859.

SAUERESSIG

Johann Franz Saueressig (deste colono germânico temos pouquíssimas informações) x com Anne Sophie (ou Susanne) Kurz (ou Kunz).
Pais de:
I-1. Johanne Magdalene Saueressig, * Petrópolis em 05/04/1847, bat. (Ev. L.1 - p. 1) em 25/12/1847 e + Petrópolis (Ev. L.1 - p.7) em 23/08/1857.
I-2. Carl Ludwig Saueressig, * Petrópolis em 15/07/1851, bat. (Ev. L.1 - p. 27) e +...?.
I-3. Friedrich Joseph Saueressig, * Petrópolis em 16/06, bat. (Ev. L.1 - p. 27) em 01/07/1852 e +...?.
I-4. Sophie Catharine Acheda Saueressig, * Petrópolis em 26/07/1854, bat. (Ev. L.1 - p. 37) em 04/02/1855 e +...?.
OBS.: Após o colono Johann Franz Saueressig ter abandonado o seu prazo de terras por volta do ano de 1859, não se tem mais notícias dele e de sua família em Petrópolis.

SCHUMACHER

Adam Werner Schumacher, * Alemanha em 1821 e +...?, x Petrópolis em 1851 com Therese Reissinger, * Alemanha em 1831 e +...?, filha de Anton Reissinger e de Anne Marie Fink.
Pais de:
I-1. Helene Sophie Schumacher, * Petrópolis em 15/01, bat. (L.2 - p. 10) em 18/08/1852 e +...?.
I-2. Adam Heinrich Werner Schumacher, * Petrópolis em ?, bat. (L.3 - p. 39 v.) em 04/12/1855 e +...?.
I-3. André Jacob Schumacher, * Petrópolis em 04/01/1859, bat. (L.4 - p. 18/19) em 11/03/1860 e +...?.
OBS.: após o ano de 1860, não se tem mais notícias da família Schumacher em Petrópolis.

SCHWARTZ

O colono Georg Schwartz chegou à Imperial Colônia em 29/06/1845, acompanhado da esposa Catharine, o filho Georg (o 2º), Carl Joachim (deste não sabemos o grau de parentesco) e de uma outra pessoa não identificada.
Georg Schwartz (o 2º), * Darmstadt - Alemanha em 1837 e +...?, (viúvo de Amália (ou Amélia) Kopke), x Petrópolis a 2ª vez em 10/11/1833 com Anne Marie Hammes, * Petrópolis em 1849 e +...? (viúva de Peter Roggenbach (talvez Rockenbach), filha de Johann Peter Hammes e de Anne Marie...?...
Do primeiro casamento foram pais de:
II-1. Guilherme Schwartz, * Magé - RJ em 1867 e +...?, x Petrópolis (L. 5 - p. 13 v.) em 17/10/1891 com Maria Basilio Prata, * Petrópolis em 1867 e +...?, filha de Angelo Prata (italiano) e de Maria Basilio (ou Basili).
II-2. Henriqueta Schwartz, * Petrópolis em 1872 e +...?, x Petrópolis (L.6 - p. 84) em 07/10/1893 com Carlos Brand, * Petrópolis em 1871 e +...?, filho de Joseph Brand e de Ignes Goettnnauer.
II-3. Catharina Schwartz, * Petrópolis em 1875 e +...?, x Petrópolis (L.6 - p. 33 v.) em 08/10/1892 com Francisco Tardio Júnior, * Freguesia de Santo Antônio de Juiz de Fora - MG em 1870 e +...?, filho de Francisco Antônio Tardio e de Maria Herculana da Conceição.
Carl Joachim Schwartz, * Alemanha em 1825 e +...? (filho de Adam Friedrich Schwartz e de Catharine Dorothea Meschke), x Petrópolis (Ev. L.1 - p. 12) em 03/03/1855 com Bárbara Catharine Meyer, * em 1821 e +...?, filha de Bartholomeus Meyer e de Elisabeth Büchler.

SCHWEICKARDT

OBS.: conforme as anotações do pesquisador e genealogista Pastor Armindo L. Müller sobre os Schweickardt em Picada Velha - RS e mais o que consegui apurar desta família, nos assentamentos eclesiásticos em Petrópolis - RJ, temos:
Andreas Schweickardt, * Ober Ingelheim - Mainz - Alemanha em 25/04/1826 e + Picada Velha - RS em 06/06/1900, filho de Johann Philipp Schweickardt e de Julie (ou Juliane) Elisabeth Weitzel (ou Weizel). Chegou em 1845 na Imperial Colônia de Petrópolis e em 1865 migrou para Santa Cruz do Sul - RS. Casou-se em Petrópolis em 29/07/1851 com Dorothea Marx, * Castellaum - Alemanha em abril de 1831 e +...?, filha de Heinrich Marx e de Catharine Büres.
Pais de:
I-1. Johann Wilhelm Schweickardt, * Petrópolis em 18/08, bat (Ev. L.1 - p. 35) em 10/09/1854 e + Linha Nova - RS em 26/041895 (suicídio) - agricultor, x Faxinal - RS em 16/02/1877 com Carolina Müller.
I-2. Julianne Elisabeth Schweickardt, * Petrópolis em 18/11, bat. (Ev. L.1 - p. 50) em 06/12/1857 e +...?, x Picada Velha - RS em 29/05/1879 com Carl Becker, *...? e +...? (talvez tenha sido o filho de Anton Becker e Elisabeth (ou Elise) Jaeger. Ver a família BECKER).
I-3. Marie Schweickardt, * Petrópolis em 17/10/1860, bat. (Ev. L.1 - p. 61) em 26/01/1861 e +...?.
I-4. Anna Magdalena, * Petrópolis em 17/05, bat. (Ev. L.1 - p. 77) em 28/08/1864 e + Linha João Alves - RS em 09/01/1946, x 1883 com Felipe Jost, *...? e + 05/10/1938, filho de ...?.
I-5. Andreas Schweickardt (o 2º), * Picada Velha - RS em 10/05/1871 e + Monte Alverne - RS (de apoplexia) em 07/03/1919, x Santa Cruz - RS em 11/10/1892 com Johanna Arend, * Picada Velha - RS em 28/02/1875 e +...?, filha de Wilhelm Arend e de Maria Biesdorf.
I-6. Christine Schweickardt, * Picada Velha - RS em 10/04/1872 e + (diabete) em 20/01/1931, x Santa Cruz do Sul - RS em 21/06/1892 com Adam Tietze, * Picada Alemã - RS em 08/03/1869 e +...?, filho de Friedrich Tietze e de Elisabeth Veltten.
Vale ressaltar que o colono Andreas Schweickardt acima citado, não foi o único desta família que chegou em Petrópolis em 1845. Pois, outros colonos Schweickardt também vieram para Petrópolis e aqui deixaram grandes descendências.

SIEBEN

Franz Joseph Sieben, * Alemanha em ...? e + ...?, filho de Andreas Sieben e de Marie Boeltz, x ...? com Juliane Gall, * Enkirch - Koblenz - Alemanha em ...? e + ...?, filha de Johann Nicolaus Gal e de Juliane Gerhard.
Pais de:
I-1. Joseph Gustav Sieben, * Petrópolis em 26/06/1847 e +...?.
I-2. Heinrich Peter Sieben, * Petrópolis em 1850 e +...?.
I-3. Wilhelm Sieben, * Petrópolis em 26/04/1857 e +...?.
OBS.: após a venda do seu prazo de terras em 07/11/1867, não se tem mais notícias do colono Franz Joseph Sieben e sua família em Petrópolis.

SOMMER

Georg Sommer, * Alemanha ...? e + ...?, filho de Johann Sommer e de Elisabeth Faud, x Petrópolis (L.2 - p. 4) em 05/10/1852 com Therezia Maria Hang, * ...? e + ...?, filha de Johann Hang e de Marie Catharine Cockart (ou Eckart).
OBS.: após o ano de 1852, não há mais notícias de Georg Sommer e sua esposa em Petrópolis.

STEINBORN

O colono Jacob Steinborn chegou em 1845 à Petrópolis acompanhado de sua esposa e de dois filhos conforme consta no Relatório da Diretoria da Imperial Colônia. Porém, no recenseamento ocorrido em 27/12/1859, constava o casal com 3 filhos. Desta família, apenas consegui apurar o nome do colono e da filha Margareth Steinborn.
Margareth Steinborn, * Alemanha em ...? e +...?, x ...? com Mathias Joseph Reiss (sapateiro), * Briedel - Alemanha em 11/08/1831 e + ...?, filho de Johann Reiss e de Bárbara Both. Casal com filhos, ver a família REISS.
OBS.: da família de Jacob Steinborn, não se tem mais notícias em Petrópolis desde 02/11/1861 - por época da venda do seu prazo de terras.

TESCH

Johann Jacob Tesch, * Kappel - Distrito de Simmern - Alemanha em 11/08/1836 e + ...? (filho do colono Heinrich Peter Tesch e de Anne Marie Rhein ou Reilm), x Petrópolis (Ev. L.1 - p. 17) em 26/12/1857 com Luise Rosenberg, * Düren - Alemanha em 22/06/1841 e + ...?, filha de Adam Rosenberg e de Eva Leister.
Pais de:
II-1. Carl Tesch, * Petrópolis em 13/10, bat. (Ev. L.1 - p. 54) em 14/11/1858 e + ...?.
OBS.: o casal e o filho acima citados, saíram de Petrópolis para local ignorado. Imagino que tenham ido para a Colônia São José dos Conventos
RS, junto com os da família Rosenberg.

WOLF

Wilhelm Wolf, * Alemanha por volta do ano de 1800 e +...?, x Alemanha por volta de 1832 com Marie Elisabeth Baumgartner, * Alemanha por volta de 1812 e + ...?. Foram pais de 8 filhos, sendo que 6 permaneceram em Petrópolis e 2 conforme abaixo relacionados, saíram da Colônia:
I-3. Paul Wolf, * Petrópolis em 1847 e +...?, x Petrópolis em 26/10/1872 com Deolinda Augusta (viúva de João Batista Olive), * Valença - RJ em ...? e + ...?.
I-4. Maurícius Wolf, * Petrópolis (L.1 - p. 56) em 20/04/1850 e + ...?.

Houve outros colonos germânicos e ou seus descendentes que em várias épocas deixaram a Imperial Colônia Germânica de Petrópolis. Alguns até retornaram. Porém, encontram-se em pesquisas e futuramente, poderão ser inseridos neste estudo ou trabalho ora apresentado.

DADOS BIBLIOGRÁFICOS

AUTORES E PESQUISAS ESPECÍFICAS

AUTORES:

RHEINGANTZ, Carlos G.. "Quem Povoou Petrópolis" Revista do Instituto Histórico de Petrópolis - páginas 55 a 62 - 1982, outras publicações com o mesmo título acima mencionado na Tribuna de Petrópolis entre os anos de 1980 e 1987.
MÜLLER, Armindo L.. Comunidade Evangélica de Conventos - "Tradução dos Livros de Registros de Ofícios Eclesiásticos", período de 1860 a 1903 - 1ª parte - Lajeado - RS, 1998.
SCHIERHOLT, José Alfredo. Lajeado I - "Povoamento, Colonização e História Política de Lajeado - RS - 1ª edição, 1992.

PESQUISAS ESPECÍFICAS:

IECLB. Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil. Pesquisas nos livros de assentamentos de batismos, casamentos, óbitos e confirmações - Petrópolis - RJ.
Catedral São Pedro de Alcântara. Pesquisas nos livros de assentamentos de batismos, casamentos e óbitos - Petrópolis - RJ.
Arquivo da Cia. Imobiliária de Petrópolis - RJ. Pesquisas nos livros da Superintendência da Imperial Fazenda de Petrópolis (Títulos de Aforamentos).

Paulo Roberto Martins de Oliveira
Av. Ipiranga, 880 - F - Quarteirão Vila Imperial - Petrópolis - RJ.
CEP.: 25610-150
TEL.: (24) 2231-1838

topo da página

índice de trabalhos

índice de autores