digitação utilizada para inclusão no site:
20/08/2011

 

ESTRADA DO CONTORNO - BELVEDERE - MONUMENTO AO TROPEIRO

 Mariza da Silva Gomes

Não poderia deixar de destacar outra curiosidade a cerca do local onde está erigido o “Belvedere”: o projeto de intenção de construir no local um Monumento ao Tropeiro de acordo com os apontamentos feitos pelo Sr. Gustavo Ernesto Bauer, gentilmente cedidos por D. Vera Bauer sua filha ao Arquivo Histórico no dia 17 de agosto de 2011, onde consta uma reunião ocorrida às 16 horas no Museu Imperial em 22/05/1967, com a presença dos membros do Instituto Histórico Professor Lourenço Luiz Lacombe, Paulo Machado Costa e Silva e Gustavo Ernesto Bauer; destacamos também a presença do Engenheiro do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem Philuvio de Cerqueira Rodrigues e do Sr. Victor Canongia Barbosa.

Sendo aberta a sessão pelo Sr. Presidente da Comissão Organizadora do Museu Rodoviário, o Engenheiro Philuvio Cerqueira Rodrigues, que cientificou aos demais presentes o motivo da reunião:

- “a possibilidade de erigir-se o Monumento ao Tropeiro que a rigor deveria ser erigido na Praça General Carmona, próxima a Estação Ferroviária de Petrópolis, por ser ali exatamente, o local por onde passavam as tropas em demanda à Corte, no entanto, devido a exigüidade do espaço e o tráfego intenso do local, verificou-se ser impossível a realização de uma obra de arte de tamanho vulto”.

Depois do exame de vários outros lugares, foi lembrado o local denominado “Duques” no km 40 da Estrada Washington Luiz; examinando o mesmo verificou-se que nesse trecho passam ali os “bananeiros”, os tropeiros da atualidade, onde o passado e o presente se confraternizam.

Verificou-se então pelo Engenheiro Philuvio, referindo-se ao local “Duques”, um inconveniente: - desapropriação de áreas, absolutamente necessárias; lembrou, então, que a Comissão deveria reunir-se no “Belvedere do Grinfo”, marcando o encontro para o dia 17/07/1967 às 10 horas.

O Sr. Presidente comunica, que, tendo pensado melhor sobre o local, concluiu ser o melhor, justamente, este onde nós estamos no momento o “Belvedere do Grinfo’, lugar amplo e sem dificuldade das desapropriações. Nisto os membros presentes Dr. Victor Canongia Barbosa e Gustavo Bauer, estiveram de pleno acordo. Não resta dúvidas que o Belvedere oferece condições favoráveis para um monumento de grande proporções, pois dispõe de uma vasta área e o monumento viria completar o conjunto paisagístico.

Gustavo Ernesto Bauer

Acervo Particular
 

topo da página

índice de trabalhos

índice de autores