digitação utilizada para inclusão no site:
31/07/2000

 Acervo Histórico de Gabriel Kopke Fróes - Via Internet
www.earp.arthur.nom.br 
- em 06/09/2005,
Arquivo cdb01001b, rg 6689,  revisto para o site.

Aureliano de Souza e Oliveira Coutinho

Gabriel Kopke Fróes

21 de julho de 1800: - Nasceu na freguesia de Itaipu, Niterói, Aureliano de Souza e Oliveira Coutinho.

Foi Magistrado, Deputado por Minas Gerais, Presidente da Província de São Paulo, Intendente Geral da Polícia do Rio de Janeiro, Ministro do Império, da Justiça e dos Negócios Estrangeiros, Senador e Presidente da Província do Rio de Janeiro, cargo para o qual foi nomeado por Carta Imperial datada de 1-4-1844, tendo governado de 12-4-1844 a 3-4-1848.

No governo da província, teve papel de relevo na fundação de Petrópolis, pois foi ele quem acertou com o Conselheiro Paulo Barbosa a vinda dos primeiros colonos alemães para a então Fazenda do Córrego Seco.

Aureliano Coutinho, foi ainda: Grande do Império, do Conselho de S. M. o Imperador, Fidalgo de sua casa, Gentil-Homem de sua Imperial Câmara, Senador do Império, Desembargador da Relação do Rio de Janeiro, Cavaleiro das ordens de Cristo e da Rosa, Dignatário da Imperial do Cruzeiro, Grão-Cruz de Leopoldo I da Bélgica, de N. Sra. da Conceição de Vila Viçosa de Portugal, da Real Ordem de Fernando de Nápoles, da nobre e antiga Ordem de Carlos III de Espanha, de Alexandre Newky, dos quatro imperadores da Rússia, Cavaleiro de São João de Jerusalém, Membro da Sociedade Etimológica de Paris, Sociedade Arqueológica de Bruxelas, da Real Associação das Sociedades das Ciências, Letras e Artes de Antuérpia, Vice-Presidente do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e Visconde de Sepetiba.

Morreu em Niterói no dia 25 de setembro de 1855.

Busto no Paço Municipal: Recebimento: 22-1-1938 - Devolução: 3-11-1938.

Nome à rua: Delib 769 de 10.3.1938.

topo da página

índice de trabalhos

índice de autores